REALCES

blog

Surpresa e admiração

É já Primavera… E apesar das temperaturas mais favoráveis, a falta de chuvas não propicia a que anfíbios saiam de tanques, charcas temporárias e outras zonas húmidas. É com algum entusiasmo que vou nesta saída, à procura de Chioglossa lusitanica… Ainda desconfiado da facilidade de que o João Cosme falara em encontrarem-se, vemos imediatamente um par delas entre ervas ensopadas da geada da noite anterior.

Logo de seguida, uma Rã-ibérica salta-nos à vista… E com esta, outra quase igual, e logo de seguida mais uma… mais pequena e escura, de uma tonalidade quase metálica e hipnotizante. Ainda que o objectivo principal fosse a Salamandra-lusitanica, passo quase todo o tempo a fotografar duas destas pequenas rãs.

1.png

E com este tempo, fico também a admirar a variabilidade na mesma espécie, relembrando-me de aulas da faculdade em que nos falavam do “pool genético” e da importância desta variação intra-específica… Não poderia haver melhor exemplo com a coloração da pele destas rãs. Nesta primeira imagem, a mais escura e simpática, na segunda a mais rosada e desconfiada.

2.png

Se o objectivo era trazer a beleza desses animais às pessoas, fazendo com que ganhassem mais afecto e admiração por eles… Bem, comigo tem resultado! São de facto um grupo de animais estupendo… A cada saída e fotografia me surpreendem mais.

PS: Não, a Chioglossa lusitanica não ficou esquecida… Fica para as próximas núpcias! Até lá!

Hugo de Sousa

Projecto Realces