REALCES

blog

Sorte ou azar

Durante este inverno muitas foram as ocasiões em que tentei fazer novas imagens do principal interveniente desta missão. Muitas foram as manhãs em que nem sequer avistei esta ave, mesmo nos locais mais “habituais”, acabando por retratar o estuário de outra forma.

Por norma estas aves não são muito esquivas e até bastante amistosas, mas este foi um inverno em que não consegui obter grandes resultados, provavelmente devido a alguma falha minha, mas o que é certo é que o azar foi muitas vezes “regra” e o foco dos registos foi muitas vezes no ambiente envolvente.

Numa dessas manhãs e na companhia de dois colegas do Realces, Nuno Cabrita e Ricardo Lourenço, fomos até ao estuário do Sado com o objetivo de o fotografar mas, “visto de cima”…

Após a sessão de drone, demos uma volta pelo local e encontramos um Pisco-de-Peito-Azul, mesmo do carro e sem grande preparação, consegui provavelmente as melhores imagens deste ano…

Pura sorte? Talvez… Para o ano há mais…

Jacinto Policarpo

Projecto Realces