REALCES

blog

Arrábida

 

Bem próximo do maior centro urbano do país fica o Parque Natural da Arrábida, zona que dita não só o nome, mas também que limita geograficamente a mais recente missão do projeto realces.

Não parto sozinho para esta demanda, o Jacinto Policarpo faz parte da equipa, aqui iremos explorar uma zona que embora marcada por uma presença humana significativa, ainda detém zonas que aparentam estar longe de tudo e de todos.

Englobando uma faixa relativamente estreita e, com aproximadamente 35 km de comprimento, o Parque Natural, abraça para além da própria Serra da Arrábida, a Serra do Louro, Serra Longa, Serra do Risco, Serra de São Luís, Serra dos Gaiteiros e finalmente a Serra de São Francisco. Por entre estas pequenas serras, os vales, que por vezes são bem encaixados, anunciam a presença de neblinas matinais, o que aliado ao tipo de vegetação nos transporta em algumas zonas para um local de fantasia.

35 por 6 km de pura biodiversidade

 

 

Área marcadamente rica do ponto de vista da sua fauna, que por vezes é única, da paisagem, com uma componente floristica extremamente variada e contagiante, onde até os seus processos geológicos são diversos, é esta a zona que de terra, ar e mar tentaremos retratar.

Numa primeira abordagem vou virar a minha atenção para as orquídeas, cuja época começa agora,

Nuno Cabrita

Projecto Realces