REALCES

blog

Dessaturada

Não estou perto, mas também não estou longe, longe o suficiente para que numa vontade repentina não parta para explorar esta parte do nosso território.

A “Costa das Cegonhas”, não tem que apresentar apenas e só cegonhas, bem sei que é o seu ator principal, mas tem outras componentes por explorar, a paisagem, por exemplo. É notória a minha dificuldade na paisagem com grande angular, tudo o que seja a baixo dos 24mm de distância focal então é quase impossível de conceber, admito, e não tenho nenhum pudor em o dizer, muito provavelmente não me parece natural ou porque simplesmente não o consigo ver.

O sudoeste Alentejano é claramente uma zona abonada em vento, raras tem sido as manhãs onde a acalmia reina e em que tenho tido a sorte de poder descer ao nível do mar e encontrar ambientes pouco saturados e fechados por neblinas densas, que transformam por completamente áreas que aparentemente me são familiares.

Projecto Realces